0
Items Quantity Price

POLÍTICA DE TROCA


Com o objetivo de garantir a sua satisfação nas compras realizadas em nosso site, apresentamos a seguir a você, nosso cliente, a política de trocas da CÓDIGO G, estabelecida para instruí-lo acerca de seus direitos e deveres como consumidor com base no Código de Defesa do Consumidor.

Vamos lá. Primeiro é importante esclarecer que no ato da compra você, como nosso cliente, estabelece um acordo tácito com a CÓDIGO G (Razão social: Leandro Henrique Borges ME, CNPJ:19.255.865/0001-27), que é composto de cláusulas de contratação por adesão, as quais concedem ciência e aceitação para a realização das compras, tornando-o consumidor. A efetivação da compra consiste na plena concordância com as regras apresentadas neste site e que estão alinhadas com o Código de Defesa do Consumidor.

Se o seu motivo foi o arrependimento (desistência), veja nossa Politica de Reembolso

Se o seu motivo for defeito de fabricação, a CÓDIGO G fará uma análise das condições do produto para certificar-se do defeito que deverá ser comunicado ao fabricante, e encaminhará novo produto ao cliente. Nesse caso é importante esclarecer que a CÓDIGO G não estará obrigada a atender às solicitações de troca ou devolução do produto quando não houver defeito de fabricação.

Para solicitar a troca de um produto, entre em contato conosco pelo Telefone: (16) 3721-9971, Whatsapp (16) 99995-9917 ou pessoalmente em nosso escritório no seguinte endereço: Rua Irmão Basilio Zamodzki 2250, Franca - SP, CEP 14409-117

Algumas dicas importantes aos nossos clientes sobre os nossos produtos:

Trabalhamos com produtos frágeis e buscamos as melhores soluções para que todos cheguem a perfeitas condições em qualquer parte do Brasil, porém, cuidado ao manusear os produtos pois são sensíveis a quedas e mal uso nas máquinas.

O cliente deve ficar atento à descrição e ficha técnica do produto, que está disponível no site para todos os produtos. Atentar-se especialmente para as dimensões dos produtos.

É importante guardar a Nota Fiscal recebida no momento da entrega dos itens comprados.

Caso haja algum problema (lacre rompido, avaria, ausência de algum item ou divergência entra nota e conteúdo), é aconselhável que o cliente recuse a entrega e não assine o canhoto e informe imediatamente o serviço de atendimento ao ciente da CÓDIGO G.

Mais informações sobre o direito de arrependimento previsto no código de defesa do consumidor:

Conforme as normas do Código de Defesa do Consumidor, o cliente que realiza compras através de lojas virtuais goza de até 07 (sete) dias após o recebimento, para registrar a desistência da compra.

Caso o produto esteja em perfeito estado, o valor será integralmente reembolsado, após o recebimento e análise no Centro de Distribuição da CÓDIGO G.

Caso seja identificada alguma violação do produto, ou em discordância com as condições aqui estabelecidas, o mesmo será devolvido ao remetente, no estado em que foi recebido, sem qualquer comunicação prévia.

Dicas sobre produtos com defeito:

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, é garantido ao consumidor o prazo de 30 dias contados a partir da data de recebimento, para reclamar de defeito de fabricação do produto não durável, como é o caso de nossos produtos.

Caso seja constatado algum defeito de fabricação, nós realizaremos a troca sem custo adicional ao cliente.

A CÓDIGO G tem o prazo máximo de 30 (trinta) dias para sanar o vício do produto, não o ocorrendo, ficará a critério do cliente escolher dentre as seguintes alternativas:

  • substituição do produto por outro igual, em perfeitas condições de uso;
  • restituição imediata da quantia paga
  • abatimento proporcional do preço.


Porém, é nosso dever informar que, se os defeitos apresentados não forem advindos da fabricação, como por exemplo, mau uso, negligência, quedas e outros problemas reservamo-nos no direito de cancelar a garantia e, nesses casos, não haverá a troca.

 

 

 

DESCRIÇÕES DOS PRODUTOS E RESPONSABILIDADE DO CLIENTE


Quando o comprador adquirir o produto errado deverá arcar com as despesas de frete para que possa fazer a troca. Importante salientar que o site da CÓDIGO G é bastante claro e explicativo, mantém todas as dimensões dos produtos de forma destacada e com referências de tamanho. Portanto, quando fizer seu pedido preste atenção nas características do produto que está comprando para ajustar exatamente à sua necessidade.

Cabe salientar também que, se você cliente quiser efetuar a troca por arrependimento e logo em seguida efetuada nova compra de itens diferentes, a CÓDIGO G irá entender que a razão da troca foi compra errada e não o arrependimento e, portanto, infelizmente você, nosso cliente, deverá arcar com as despesas de frete. Fique atento com essas dicas.

Nós da CÓDIGO G buscamos atender nossos clientes da melhor maneira possível e esperamos que compreendam as regras de trocas.

As descrições dos produtos no site da CÓDIGO G são bastante claras e precisas. Há fotos aproximadas em vários ângulos, dados com as dimensões dos produtos, objetos colocados ao lado dos produtos como referências de tamanhos e dimensões, textos explicativos e diversos outros recursos disponibilizados para que o cliente tenha o máximo de informações possível para efetuar sua compra com segurança.

Disponibilizamos também diversos canais de atendimento, em especial WhatsApp, para esclarecer dúvidas, fornecer informações complementares ou mesmo para confirmar se é o produto correto que está sendo adquirido. Estaremos sempre à disposição para melhor atendê-los.

 

SOBRE FRESAS E BROCAS

As fresas e as brocas tem algumas peculiaridades que são importantes de serem apresentadas aqui.

Sabia que elas, as famosas fresas e brocas, começam a se desgastar assim que iniciam seus trabalhos? Sim. Infelizmente, mas é uma característica desses produtos pois a fresa tem um trabalho intenso na fresadora CNC, muitas vezes trabalhando por muitas horas consecutivas e sem reclamar por horas extras ou descanso remunerado. Por essa razão é bastante comum a fresa ter durabilidade inferior a 30 dias. É o desgaste natural da nossa amiga fresa.

Mas também a fresa corre o risco de ter sua vida útil reduzida ou até mesmo finalizada imediatamente após o início do uso. São casos de erro na configuração das máquinas, falhas mecânicas ou sobrecargas. Fiquem atentos e caso isso ocorra é importante reportar-nos para que possamos auxiliá-los da melhor maneira possível.

Nós da CÓDIGO G tentamos mas não temos como prever todos os tipos de falhas que possam ocorrer a ponto de levar à quebra da ferramenta. E, também, não conseguimos elencar os tipos de materiais existentes que sejam compatíveis com a utilização da fresa. Portanto, é muito importante que nos informe sobre esses problemas e como as ferramentas foram utilizadas. Quanto mais informações obtivermos de nossos clientes mais possibilidades teremos de apoiá-los.

 

Clientes pessoa jurídica, atenção ao trecho abaixo

Nossos produtos estão sujeitos ao regime de substituição tributária e será cobrado diferencial de alíquota caso seja destinado a uso ou consumo, integração ao Ativo Permanente. Se for destinado a saída subsequente será calculado IVA conforme o seu NCM e outras observações conforme as portarias, convênios, decretos, etc.

"Constituição Federal de 1988, Artigo 150 § 7º, o Convênio ICMS 81/93 estabelece as normas gerais a serem aplicadas para os convênios ou protocolos firmados entre os Estados e Distrito federal, a Lei Complementar nº 87/96 legitimou. Em SP através Decreto nº 55.090, de 30 de novembro de 2009, e do comunicado CAT Nº 30, de 30 de abril de 2008. Portaria CAT - 16, de 23-1-2009"

Mais informações nos links abaixo: 
http://info.fazenda.sp.gov.br/NXT/gateway.dll?f=templates&fn=default.htm&vid=sefaz_tributaria:vtribut
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp87.htm
http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/2009/decreto-55090-30.11.2009.html

Decreto nº 45.138 de 20 de julho de 2009, para compras em "pessoa juridica" terão incidência de (ST-SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA) nos estados Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. Clientes Pessoa Juridica do Mato Grosso do Sul que comprarem produtos para uso/consumo/ativo imobilizado deverão fazer o recolhimento do diferencial de aliquota de ICMS de acordo com a Lei Estadual 1.810/97, Relação de Mercadorias Sujeitas a ST (Ver – SubAnexo Único ao Anexo III do RICMS, Normatização no Anexo III do RICMS. O pagamento deve ser efetuado antes da liberação da mercadoria, evitando assim o risco da mesma ser barrada no SEFAZ/MS.
Em caso de dúvidas, consulte nossos canais de atendimento antes de efetuar o pedido, pois haverá cobrança a parte.


Boas compras.